quarta-feira, 29 de setembro de 2010

"Queria que você morresse"

Hoje eu to ''pensada'' como diria Giovani...
Gi voltou a ter as dores nas pernas...essa noite chorou mto... deu dó...
eu..com gastroenterite (vulgo, diarreia)... nao dormi a noite toda... e qd resolvi pegar no sono, ele me acorda totalmente estressado, assim...
''Mãeeeeeeeee eu queria que você moresse''
eu fiquei em choque, tentei abraça-lo, pra entender oq pq ele dizia aquilo... chorei...
ele continuava ... ''queria q vc morresse e nao meu pai''.. ''nao quero mais morar com vc, quero minha vó''
Chorei...
e ele dormiu... eu o abracei, rezei... pedi forças... tive uma crise de pânico... sim, ela volta de vez em qd...
Acordei, fui perguntar pra minha mãe, se algum dia qd eu era pequena, eu desejei isso a ela.. e ela disse q não... mas q é diferente, pq nó nunca tivemos caso de morte qd pequenos... q eu me lembre, a 1 morte na familia, eu tinha 17 anos...
Bom.. isso me chocou.. mas logo que ele acordou, olhou pra mim , deu um sorriso e falou: ''desculpa mamãe, eu não queria q vc moresse'' e me abraçou..
e eu chorei!!

Deus, dai-me força!!
Um bom dia!!

4 Gritos:

Danny disse...

Que situação difícil amiga...
Vc precisa pedir mt força a Deus.
Como está sendo difícil essa perda p vc imagine p o Gi.
Para a criança é ainda pior não ter o pai perto.
As palavras dele foi de revolta + ñ por vc e sim pela situação.Só que como é uma criança ele ñ sabe colocar as palavras certas, e acabou por cavar a ferida que ainda doe dentro de vc.
Ele precisa mt de vc ao lado, de mt amor como vc tem dado sempre.
Busque força em Deus minha linda.
Estarei aqui sempre que vc precisar.

Falando sobre a dor dele...
Como trabalho na área da saúde vejo mt os ortopedistas fazendo um tratamento conforme a criança vai crescendo, procure ver isso p ele ñ ficar sentindo dores.
Qualquer coisa procuro saber aqui p vc sobre isso tá.

Tenho mt carinho por vc.Beijocas

MeL disse...

com fé em Deus, e muita determinação tudo se resolve né amiga? Amo vc, to aqui, celular ligado, precisando... Aqq hora, em qq lugar... rsrsrs to aqui.. bjs

Mother F****er disse...

Endosso as palavras da Danny e da Mel.

Prá uma criança com a idade dele, lidar com uma situação de perda dessas é brutal.
É querer que lide com coisas que até adultos, muitas vezes, não conseguem lidar.

Mas o fato mais importante de tudo isso, e que você mesma ressaltou, foi a maturidade com que ele reconheceu o que ele disse, e entendeu que o que ele disse foi colocado da maneira errada. Isso foi excepcional, e mostra como você tem feito um belíssimo "trabalho" na criação dele.
Prá entender que isso não é uma coisa bacana de se dizer prá mãe, e ainda na idade dele, tem que se ter muito discernimento.
Fico muito feliz em ver isso nele. Porque é sinal de uma boa criação, apesar de todas as dificuldades que vocês encontraram.

Fique firme, meu anjo.
Que você tem muita gente que te ama junto com você que não vai deixar você e o Gigí caírem.

Clarissa disse...

E quem mais estaria ao ladinho dele para ouvir isso?
Às vezes, os que mais amamos e que estão mais próximos são os aqueles em que descarregamos nosso mau-humor,m frustrações, medos, raivas, ansiedades...
Acho que é porque sabemos que esses são os que gostam da gente, e que vão nos compreender e nos perdoar.
Como você fez...
Viu? Você pediu, Deus deu.
Beijos,querida, e muita força, sempre!